Coworking familiar: Pais e filhos no mesmo ambiente

C

Trabalhar o dia todo e só ver os filhos à noite é a realidade de muitas pessoas em todo o mundo. Não seria ideal se pudéssemos acompanhar nossos filhos enquanto trabalhamos, sem que isso atrapalhe nossa rotina ou a deles? Pois fique atenta ao coworking familiar!

Em São Paulo, a Casa de Viver tem como objetivo fazer com que pais possam acompanhar o desenvolvimento de seus filhos. É tudo como em qualquer coworking: escritórios, salas de reuniões e eventos são em espaços compartilhados, com um pequeno detalhe: existe um espaço para crianças!

Como funciona esse coworking familiar?

A Casa de Viver foi inaugurada em 2015 por duas empresárias, Carina e Fernanda, que tinham como objetivo montar um local em que pais e mães pudessem trabalhar e, ao mesmo tempo, ter mais contato com seus filhos. Ainda mais quando são bem pequenos e estão se desenvolvendo, que é fundamental para a criança manter esse contato com seus pais.

Enquanto em um andar os adultos compartilham escritório, sala de reuniões e até um auditório – que tem a promoção de palestras sobre empreendedorismo e maternagem, no térreo o espaço é para as crianças. Um salão com diversos brinquedos e cuidadoras é gerido para oferecer atividades que sejam adequadas para as faixas etárias das crianças – no caso, a Casa de Viver é voltada para crianças de até 3 anos e 11 meses.

Mas e se eu também tiver um(a) filho(a) mais velho?

Não tem problema, porque um dos objetivos do espaço é facilitar a vida dos pais, para que não fiquem com uma criança em cada lugar. No caso dos filhos mais velhos, eles são aceitos no turno em que não estão na escola!

Coworking familiar: você não precisa ficar longe do seu filho!

As empresárias prestam consultorias para coworkings que pretendem aderir o modelo familiar. Além disso, o objetivo delas é que o negócio se torne uma franquia, para que a marca possa se espalhar pela região de São Paulo. Carina e Fernanda também possuem um projeto para montar estações como a Casa de Viver dentro de empresas, para manter as mães que retornam da licença-maternidade possam continuar perto de seus filhos.

Tomara que essa ideia se espalhe pelo Brasil todo!

Se você é uma mulher empreendedora que gosta de estar por dentro das principais dicas e boas-práticas, não deixe de assinar nossa newsletter. Odiamos spam! Me preocupo em fornecer, no máximo 1 vez por semana, as principais novidades do blog Vou De Salto. Leia mais sobre dicas para ter mais sucesso na carreira e compartilhe suas ideias!

Sobre a autora

Bela Guarino

Gerente de Inside Sales na Rock Content, formada em Relações Internacionais, mas já foi ninja, marketeira e até mesmo cosplayer. Teve seu 1º blog aos 12 anos e hoje gosta mesmo de Reiki e viajar por aí.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder