Carro com defeito? Como entender o que seu mecânico diz!

C

Um carro com defeito é uma dor de cabeça para qualquer um. E mesmo que você entenda de mecânica, muitas vezes o problema só pode ser resolvido em uma mecânica especializada – ou seja, você ficará um tempo sem seu carro. Mas um dos maiores problemas de um carro com defeito é a dúvida que ele poderá gerar em seu dono: será mesmo que seu mecânico está fazendo apenas o necessário?

Porém, você não pode simplesmente desconfiar do seu mecânico apenas porque não sabe o que está acontecendo com seu carro, não é? Mas infelizmente, a insegurança que passa pela cabeça quando não sabemos nem por onde começar a pesquisar uma solução para um problema – um problema que nem entendemos – é de deixar qualquer um doido! Por isso, aprenda a entender o que o seu mecânico diz, de acordo com a Finanças Femininas, e não passe por esse sufoco!

Busque referências do mecânico

Parte da sua insegurança pode estar no fato de não conhecer o mecânico que está lidando com o seu carro. Por isso, procure referências do mecânico e da oficina, seja por conhecidos e amigos, pela seguradora do seu carro ou pela Internet e redes sociais! Além disso, observe a oficina onde seu carro está: ela é organizada? É limpa? Os mecânicos estão sempre trabalhando? Alguns indícios podem ser observados por você mesma!

Demonstre segurança

Assim como numa loja de roupas, onde um vendedor poderá tentar te empurrar todas as novidades da estação, numa mecânica as coisas não são muito diferentes. Assim, você tem que demonstrar que sabe o que quer para o seu carro. Ter dúvidas e perguntá-las é fundamental, mas não deixe que seu mecânico perceba que você não tem certeza sobre o que fala ou então que você aceitará qualquer coisa! Essa é uma transação comercial como qualquer outra!

Aprenda o básico sobre mecânica

Nas aulas da autoescola, você provavelmente viu um pouco sobre como seu carro funciona, não é mesmo? E ainda que você não tenha prestado tanta atenção assim (acontece) ou já faz muito tempo desde que tirou sua CNH, nunca é tarde para aprender! Ainda mais sobre o seu carro, que não foi barato e que quebra muitos galhos na sua vida! Por isso, aprenda pelo menos o básico ou até o ponto de se sentir segura diante do seu mecânico! Além de você entender melhor o que o seu mecânico diz, você terá mais segurança para avaliar o serviço da oficina onde seu carro está! E as informações podem ser encontradas desde a Internet até mesmo cursos de mecânica para iniciantes!

Comunicar é poder!

Saber se comunicar também é fundamental para ter uma boa relação com seu mecânico. A partir do momento em que você tem algum conhecimento sobre o funcionamento do seu carro, você passa a se comunicar melhor com seu mecânico. Não hesite em tirar suas dúvidas e discutir as soluções para o problema do seu veículo, pois é com a honestidade da comunicação que você poderá conquistar a honestidade do seu mecânico com relação ao seu carro.

Saiba dos detalhes do problema e da solução

Já dissemos aqui algumas vezes que quanto mais conhecimento, melhor! E no caso do seu carro, essa máxima tão repetida aqui também é válida! Assim, exija que todos os detalhes do defeito e do concerto sejam dados e explicados, não só para você entender o problema, mas também para averiguar se há ou não alguns “exageros” no que está sendo cobrado. E esses detalhes também precisam estar no papel!!

Segunda opinião conta!

Assim como o diagnóstico de um médico pode fazer você buscar uma segunda opinião, com a saúde do seu carro a mesma coisa também acontece. Ainda mais quando o mecânico tenta, de todas as formas, fazer com que você sele o negócio na hora. E é nessa hora que todos aqueles detalhes que você pediu farão diferença, pois outro mecânico poderá ver o que é necessário e o que é exagero.
Além disso, segundo o Finanças Femininas, algumas oficinas nem mesmo querem entregar o orçamento detalhado para que você não procure a concorrência. Se isso acontecer, desconfie!

Conheça a procedência das peças

Uma vez que você vai gastar dinheiro com o seu carro, não deixe de checar a procedência das peças que serão colocadas nele – se são originais, se estão novas e se são da marca da sua preferência! E o Finanças Femininas alerta que, se você quiser e puder, depois da troca, as peças que foram substituídas podem ser levadas por você – também como uma garantia de que a peça que foi trocada é realmente nova.

Se você é uma mulher empreendedora que gosta de estar por dentro das principais dicas e boas-práticas, não deixe de assinar nossa newsletter. Odiamos spam! Nossa equipe se preocupa em fornecer, no máximo 1 vez por semana, as principais novidades do blog Vou De Salto. Leia mais sobre como evitar sustos no final do mês e compartilhe suas ideias!

Sobre a autora

Tatiana Leite

Bacharel em Relações Internacionais e mestranda em Comunicação Social, ambas pela PUC Minas, se interessa por todo tipo de cultura. Com uma queda por telenovelas mexicanas, pretende continuar estudando sobre o gênero ficcional e encorajar mais pessoas a seguirem suas paixões.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder