Carreira alternativa: o que é melhor pra você?

C

Você já teve vontade de jogar tudo ao alto e começar novamente? Acho que todo mundo já passou por algum momento assim – tanto na vida profissional quanto pessoal. Se você acredita que está na hora de tentar uma carreira alternativa, preste atenção!

Existem algumas dicas que podem te ajudar a pensar a respeito naquilo que você realmente pode trabalhar. Isso envolve mais do que saber fazer algo diferente: você precisa saber sobre aquilo de maneira conceitual também, e principalmente, gostar. Nada de ficar infeliz numa nova jornada!

E como eu descubro qual a minha carreira alternativa?

Antes de tudo, é necessário fortalecer seu autoconhecimento. Por que você quer mudar de carreira? Quais eram os motivos que te faziam feliz com aquilo? Se eles já não são mais impulsionadores, então as perguntas são outras: o que eu gosto de fazer? O que eu sei fazer? Quais são os meus interesses? O que me faz feliz?

Para ajudar a ter ideias, você pode procurar por pessoas e histórias interessantes. Não precisa necessariamente ler todas as notícias sobre tudo, mas anotar as manchetes que mais chamaram sua atenção. Então, reflita: por que isso te chamou a atenção? Tem algum problema que poderia ser resolvido? Que tipo de negócio isso envolve?

No caso das pessoas, analisar perfis daqueles que te inspiram é um grande começo. Buscar também aqueles que trabalham em áreas que te interessam é ótimo, uma vez que, ao analisar suas trajetórias, você descobre quais são suas competências acadêmicas e profissionais. Isso vale também para histórias de empresas que você admira – descobrir sua história.

Depois, você precisa anotar tudo o que pensou – sem misturar com seus deveres. Acontece muito de pessoas se envolverem rapidamente em algo. Antes que percebam, estão cheios de coisas que não tem muito a ver com a ideia inicial, o que acaba anulando toda a diversão.

Carreira alternativa: anote todas as suas ideias!

Uma maneira simples de praticar toda essa pesquisa é fazendo dentro da sua empresa/mercado de trabalho. Se coloque no lugar de alguém que gostaria de trabalhar no seu ramo ou na sua empresa. Como você mapearia tudo? Quais os problemas que ocorrem, e como eles são resolvidos?

Lembre-se sempre de uma coisa!

Manter-se atualizada sobre o seu setor é importante, porque pode ser que você acabe encontrando algo que te motive a continuar! Mas principalmente: ao se atualizar sobre seu ramo, você reforça a habilidade de desdobrar as áreas – e para pesquisar sobre uma carreira alternativa, isso é muito importante!

Se você é uma mulher empreendedora que gosta de estar por dentro das principais dicas e boas-práticas, não deixe de assinar nossa newsletter. Odiamos spam! Me preocupo em fornecer, no máximo 1 vez por semana, as principais novidades do blog Vou De Salto. Leia mais sobre o empreendedorismo feminino no Brasil e compartilhe suas ideias!

Sobre a autora

Bela Guarino

Gerente de Inside Sales na Rock Content, formada em Relações Internacionais, mas já foi ninja, marketeira e até mesmo cosplayer. Teve seu 1º blog aos 12 anos e hoje gosta mesmo de Reiki e viajar por aí.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder