Aprendizados do Empreendedorismo: a resiliência é a chave

A

Quando se trata do Empreendedorismo, novas lições são aprendidas todos os dias e muita luta faz com que os empresários se dediquem cada vez mais pelo sonho de ver seu negócio crescer sempre. E o nome de tudo isso? Resiliência. Um dos maiores aprendizados do empreendedorismo, a resiliência “seria a capacidade de superar os efeitos de uma adversidade, a capacidade de se recompor e seguir adiante depois de momentos difíceis.”.

“[…] para o ser humano é impossível sair de uma situação complexa da mesma maneira que entrou. Cada superação resulta em um novo aprendizado.”

Assim, o Sebrae listou seis grandes aprendizados do empreendedorismo:

Todo dia é uma superação

Segundo Eloi D’Avila, empreendedor há mais de 40 anos e fundador da Flytour, “os empreendedores precisam todo dia repensar, recriar e reprogramar suas empresas. O resiliente é aquele que consegue mudar sua gestão para ganhar mais produtividade e consistência. É aquele que tem atitude de mudança – e nem sempre a mudança precisa ser motivada por um evento traumático.”. Não tenha medo das mudanças, pois elas podem melhorar a sua realidade e, com certeza, te ensinarão mais sobre a persistência.

Questione-se

Com as inúmeras voltas que a vida dá, prender-se a certas atitudes ou crenças nem sempre será a melhor decisão – Eloi afirma que “O resiliente precisa ter consciência de que dessa vida não vamos levar nada”. Ou seja, arriscar-se a mudar de opinião não pode ser um grande estigma quando o seu objetivo é melhorar sempre.

Não desista do seu propósito

Não desistir do sonho de ver sua empresa dar resultados é o primeiro passo de um empreendedor resiliente. Acreditar e persistir em propósitos claros fazem toda a diferença. “Segundo Eloi, todos nós temos frustrações, mas precisamos encontrar maneiras de fazer nosso produto ou nossa visão sobreviver por vias alternativas se a primeira tentativa não deu certo. Se uma avenida importante estiver parada, por exemplo, o motorista não vai deixar de chegar ao seu destino. Vai desviar do tráfego usando uma rota alternativa.”.

Contar com os outros é fundamental

O empreendedor resiliente tem que ter bons relacionamentos, saber contar com as pessoas e ajudá-las de verdade. O crescimento de uma empresa não depende só do dono, mas de toda a equipe. Segundo Eloi, “nenhum resiliente sobrevive sem as pessoas e sem humildade. Na sua história, nos momentos mais difíceis, ele sempre tirou muita força de sua família e sua fé.”. Não se esqueça das pessoas que sempre estiveram com você nos momentos felizes e de dificuldade, pois serão com essas pessoas que você comemorará o seu sucesso.

Espelhe-se em bons exemplos

Em todos os lugares você pode ter bons exemplos – a superação faz parte da vida das pessoas, das empresas, da História e do mundo. Reerguer-se e continuar lutando faz toda a diferença quando se tem um objetivo claro e força de vontade para superar os desafios, ainda mais quando um empreendedor pode contar com amigos e colaboradores que também acreditam no seu sonho.

O poder do pensamento positivo

Para Eloi, “Se as startups não tiverem pensamento positivo no momento que o país está vivendo, voltaremos a ter só 10 grandes empresários no Brasil, e isso não é bom. Temos que seguir acreditando. A lógica é: quantos erros eu terei que cometer para acertar um? Para acertar uma vez, é preciso fazer muita besteira antes.”. O pensamento positivo faz parte da resiliência e, sem ele, o empreendedor pode ir perdendo sua força de vontade para continuar lutando pelo seu sonho.

Leia a matéria completa sobre os aprendizados do empreendedorismo no site do Sebrae e confira o vídeo sobre a história do Eloi D’Avila!
Se você é uma mulher empreendedora que gosta de estar por dentro das principais dicas e boas-práticas, não deixe de assinar nossa newsletter. Odiamos spam! Forneceremos, no máximo 1 vez por semana, as principais novidades do blog Vou De Salto. Leia mais sobre empreendedorismo feminino e compartilhe suas ideias!

Sobre a autora

Bela Guarino

Gerente de Inside Sales na Rock Content, formada em Relações Internacionais, mas já foi ninja, marketeira e até mesmo cosplayer. Teve seu 1º blog aos 12 anos e hoje gosta mesmo de Reiki e viajar por aí.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder