Acordar cedo faz bem, sim! Como organizar seu dia da maneira mais produtiva

A

Quem convive comigo de perto já me fez uma pergunta que eu diversas vezes não soube responder: como conciliar tantas atividades em somente 24 horas por dia? Muitas vezes eu mesma me questionei se minha rotina não era doida demais e podia me trazer certo estresse. Mas depois de matutar um pouco sobre essa questão, consegui traçar uma resposta simples para isso.

Muitos já devem ter lido e até mesmo debatido o seguinte artigo: 7 motivos para acordar às 5h da manhã. Mas calma, eu não acordo cinco da manhã e nem entro no mérito se isso é certo ou não. Aqui vou relatar minha experiência que pode (ou não) servir de exemplo para algumas pessoas! 🙂

Acordar cedo faz bem quando se dorme cedo!

É isso mesmo que você leu. Para seguir minha rotina, eu faço questão de dormir pelo menos (e no mínimo mesmo!) 7 horas por noite. Ou seja, se tenho que acordar às 6hrs, no máximo 10h50 me deito, para pegar no sono e dormir essas preciosas 7 horas. Digo que para mim, não é o ideal – prefiro manter a rotina de oito horas por noite, mas às vezes me complico!

Para acordar com disposição e sem aquelas 10 sonecas extras no celular, a quantidade e qualidade do são são essenciais. Ou seja: dormir demais nos deixa sem sono e dormir de menos nos deixa muito cansados e tensos. É por isso que a sua rotina de sono deve ser seguida à risca!

Outra coisa importante é a temperatura do quarto. Muitas vezes é inviável ter um ar condicionado e as janelas abertas trazem ruídos e barulhos prejudiciais. Por isso, um ventilador silencioso de teto pode ser a melhor opção!

Lembre-se de colocá-lo em modo exaustão, pois o vento vai para o teto e desce pela lateral do quarto, resfriando sem te deixar gripado com um tornado em cima de você. A outra vantagem é a redução drástica de pernilongos! Eles não conseguem voar com o vento (você vai reparar vários mortos pertos do teto!).

A luminosidade do quarto também influencia a boa noite de sono. Lembra da melatonina? O “escuro” influencia diretamente na produção dela. Se você não tem uma persiana ou um blackout, use as máscaras de dormir!

Se preparando para uma boa noite de sono

Antes de dormir, é importante manter pelo menos uma hora de relaxamento para acalmar.

Eu gosto de fazer uma atividade física em torno de duas horas antes de dormir, chegar em casa e tomar um banho bem quente, preparar um chá de camomila e ler ou assistir alguma série. Eu particulamente divido meus dias entre Ballet Funcional e Pilates, sendo uma atividade de fortalecimento e outra aeróbica.

Ah! Cuidado com o tipo de programa de televisão que você vai assistir antes de dormir. Hoje é padrão jovens de todas as idades ficarem vidrador em chacinas variadas às 23h. Os nossos sonhos podem ser bem tensos, pois é a coisa mais fresca que fica na nossa cabeça antes de dormir.

Evite atividades que exigem muito raciocínio ou atividade mental – exceto, claro, se você estudar à noite. O turbilhão de pensamentos pode nos deixar ansiosos e dificultar nosso relaxamento.

Não se esqueça que hoje já existem aplicativos para smartphones, tablets e computadores que reduzem a luz azul da tela. Temperaturas de cor acima de 3500K prejudicam sua visão e o seu sono! Se você usa óculos de grau, pode optar por uma lente que corta esse tipo de luminosidade. Lembre-se que são mais caras, mas ajudam bastante na vista cansada.

Eu mesma deixo a luz dos meus eletrônicos inferior a 3500K e tenho tido muito menos dor de cabeça. Ah, você acostuma com a tela meio amarelada e depois não quer voltar para a tela azul.

Pelas manhãs

De segunda a sexta eu acordo às 6 horas da manhã, mesmo que meu primeiro compromisso seja 8 ou 9 horas. Isso porque eu tenho uma rotina diária e praticamente religiosa que não abro mão!

Sim, isso mesmo que você leu. Esse hábito diário me deixa mais desperta e me ajuda a concentrar. Funciona da seguinte maneira: Desde a noite anterior eu já preparo qual roupa irei vestir no dia seguinte, bem como as coisas que devo levar ou que vou usar. Isso porque não gasto neurônios escolhendo uma boa combinação e porque muitas vezes, meu marido acorda um pouquinho mais tarde do que eu. Se eu detesto ser acordada antes do meu horário programado, não vou fazer o mesmo com ele, não é?

Tomo banho e lavo (muito bem) o rosto – até porque faço questão de seguir a risca as recomendações da dermatologista e evitar que 400 espinhas se formem. Já começo com o pé direito: meu banho matinal não demora mais do que 5 minutos e é com água morna, para me despertar.

Depois de me vestir, deixo meu café sendo preparado (se eu tiver que esquentar alguma coisa), passo protetor solar e arrumo minha bagunça no banheiro. Tomo café e daí começo minha agenda. Terças pela manhã, às 7hrs, dou aula de informática para a terceira idade. Vou até a casa da minha aluninha, que é a 5 quarteirões do meu trabalho. Nas sextas, às 7 horas, tenho psicóloga, cujo consultório é a 15 minutos do meu trabalho.

Concordo que dependendo da distância que você mora, pode ser inviável fazer atividades muito longes uma da outra. Mas tambem sabemos que o trânsito de 6h30 é bem mais tranquilo do que o de 7 horas, não é mesmo? Eu moro há 20 minutos de carro sem trânsito da região central da cidade, mas o mesmo trajeto pode chegar a 1 hora e meia dependendo do engarrafamento!

Começando o trabalho

Se eu não precisar chegar cedo na empresa, procuro organizar minhas atividades pela manhã, ainda em casa. Colocar a caixa de email pessoal em dia, organizar os textos para o Vou De Salto, ajeitar a casa, etc. Preparo os lanches para levar para o trabalho e já olho no Waze se existe alguma rota melhor para o trabalho.

No dia-a-dia, busco dividir minha semana por assuntos em dias específicos. As reuniões individuais, que chamamos de 1:1, organizo tudo em um dia somente. Em reuniões da empresa, que não tenho tanta flexibilidade de escolher horários, agendo pelo menos uma hora antes para levantar todos os documentos e dados que serão analisados durante o encontro.

Tento variar meus almoços, separando alguns dias para almoçar com meu pai, outros com minha mãe e outros com colegas de trabalho. Também tiro alguns dias para almoçar com amigos de fora do trabalho! Essa variedade de interações contribuem para uma rotina mais dinâmica e também para matar saudade!

Em alguns dias do mês, tiro um pouco mais de uma hora de almoço para ir à consultas médicas de checkup. De 15 em 15 dias, procuro sair um pouco mais cedo do trabalho para fazer acupuntura.

Como a empresa em que trabalho é por banco de horas, me atento ao limite de horas extras e prefiro chegar cedo no trabalho para sair antes do pico do trânsito. Assim, se tenho que resolver qualquer coisa, deixo para depois do expediente.

O dia para passear, ir ao cinema, curtir o marido, sair e aproveitar a noite é sexta-feira. Tento sempre resolver meu dia para que eu esteja liberada mais cedo do trabalho!

Finais de semana

Como trabalho de carteira assinada, tenho liberdade para não trabalhar nos finais de semana, apesar de sempre escrever para o blog ou ajudar meu marido na Startup dele (contanto que essas atividades não me deixem tensas ou com a cabeça muito cheia!).

Sábado pela manhã gosto de acordar até no máximo 8 horas, já que tenho aula de cerâmica (sim! É uma maravilha para a criatividade). Se você tem algum hobbie, como pintar, andar de patins, tocar instrumentos, use e abuse da sua manhã de sábado!

Sábado à tarde e domingo são dias para descansar e fizer literalmente o que me der na telha: jogar The Sims, dormir, assistir filmes, séries, passear, jogar buraco, Banco Imobiliário, etc. É quando limpo minha cabeça de qualquer obrigação e tarefa e renovo as energias para a semana! Até mesmo o salão de beleza fica para os finais de semana.

Moral da história

Depois de tanto texto, temos que chegar em uma conclusão, não é mesmo?

A grande moral da história, até aqui, é que você pode, sem problemas, ter uma rotina apertada, contando que você mescle atividades obrigatórias com aquelas que você faz por prazer. No meu caso, é o Ballet e a cerâmica, bem como almoçar com pessoas queridas! Isso te dá mais fôlego e disposição para ter um dia produtivo!

Gosto de manter um bloquinho de “Coisas a Fazer”. Nele, posso anotar até mesmo “beber água”, pois tiro da minha cabeça a necessidade de pensar no que preciso resolver. Fica mais fácil de concentrar no que estou fazendo e não no que tenho que fazer!

E aí, esse conteúdo te ajudou a planejar melhor o seu dia? Conte para a gente uma boa prática do seu dia-a-dia que ajuda a ser produtiva. Não se esqueça de assinar nossa newsletter. Nós odiamos spam e nos limitamos a enviar no máximo uma mensagem por semana, pois sabemos que seu tempo é valioso para ser desperdiçado com bobagens!

E se você gostou desse artigo, leia também sobre como fazer um bom home office. 🙂

Sobre a autora

Bela Guarino

Gerente de Inside Sales na Rock Content, formada em Relações Internacionais, mas já foi ninja, marketeira e até mesmo cosplayer. Teve seu 1º blog aos 12 anos e hoje gosta mesmo de Reiki e viajar por aí.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder