Aceleração de Startups: é a vez das mulheres!

A

Que a gente adora maquiagem, roupas bonitas e acessórios, já está mais do que claro. Mas o que isso tem a ver com aceleração de startups?

A Sephora selecionou mulheres do Canadá, Estados Unidos, México e (pasmem) Brasil. A condição era ter uma Startup do ramo de beleza! As selecionadas estão tendo mentoria, orientação, dinheiro para investimento e treinamentos durante 6 meses.

Programas de aceleração para mulheres que querem empreender

Não só a Sephora está abrindo mais espaço para empreendedoras, como também outras incubadoras e  empresas de aceleração. É o caso do Startup Chile, com o programa The S Factory.

Aplicação

O processo de aplicação é o mesmo: um canvas, como modelo de negócio, explicando o problema, bem como seu produto provê uma solução, quem é o time (quanto mais multidisciplinar, melhor!), como seu projeto será monetizado e qual a expectativa com o programa.

Um video curto de 1 a 3 minutos pode ser requisitado. Normalmente esse video deve ser elaborado sem efeitos especiais e com participação dos principais membros da equipe.

As próxima etapas se consistem em entrevistas. Um pitch deve ser apresentado em 5 minutos, com uma explicação dinâmica do modelo de negócio, sendo que, em seguida, os avaliadores podem fazer perguntas e esclarecer algumas dúvidas sobre a aplicabilidade do negócio.

Informações relevantes

Os pontos mais observados nas startups são:

  • Inovação e disrupção;
  • Escalabilidade de negócio;
  • Internacionalização;
  • Implementação aliada à tecnologia e com baixo custo.

Se o seu projeto atende a esses pontos, não deixe se se inscrever em um programa de aceleração.

Programas no Brasil

A mulherada ainda pode aplicar para os programas de aceleração tradicionais, como Visa Ahead, Seed, Fiemg Lab e outros. Lembrando que os programas podem acontecer em cidades específicas e exigir a presença de pelo menos um participante nas atividades obrigatórias.

Alguns programas tem participação mínima em horas semanais, outros em atividades tipo check-points. Essas informações são previamente divulgadas nos editoriais. Uma dica? Escolha bem sua equipe, pois é praticamente impossível mudá-la depois!

Não deixe de acomapanhar nosso blog e saber mais sobre empreendedorismo feminino. Você já aplicou para algum programa ou incubadora? Conta para a gente!

 

 

Sobre a autora

Bela Guarino

Gerente de Inside Sales e Parcerias na Rock Content, formada em Relações Internacionais, mas já foi ninja, marketeira e até mesmo cosplayer. Teve seu 1º blog aos 12 anos e hoje gosta mesmo de Reiki e viajar por aí. Fã de carteirinha de Senhor dos Anéis e CardCaptor Sakura.

Comente!

Tópicos recentes

Categorias

Popular Posts

Mostrar
Esconder